Música

Dua Lipa, Lady Gaga e The Weeknd entram em lista de melhores álbuns do ano pela Variety

Música 05/06/2020/ 21:01:18
Dua Lipa, Lady Gaga e The Weeknd entram em lista de melhores álbuns do ano pela Variety

A Variety, uma das publicações mais importantes do meio do entretenimento, divulgou nesta sexta-feira (05) uma lista com os melhores álbuns de 2020 (até o momento). É verdade que esse parece um ano completamente atípico por conta da crise Global causada pela pandemia do Coronavírus. No entanto, a música não parou e dá pra listar alguns destaques entre os lançamentos.Do pop, a Varity destacou álbuns de Dua Lipa, Lady Gaga e The Weeknd. Veja os comentários!

Dua Lipa, ‘Future Nostalgia’ - No que exatamente Dua Lipa é nostálgica em seu segundo álbum? É a discoteca agitada da década de 1970? O Prince dos anos 80?É tudo o que foi dito acima, em uma coleção 100% livre de baladas que literalmente não pula uma batida, mas também nunca economiza por um momento em trazer a alegria. O melhor disco de dance-pop que surgiu nos últimos anos foi um retrocesso em alguns aspectos estilísticos, como o foco em alguns sons reais de viver e respirar que você pode sentir no baixo de sua espinha.

Lady Gaga, ‘Chromatica’O status de Gaga como cantora e intérprete de classe mundial e atriz promissora está fora de disputa, mas não há como negar que seus últimos álbuns foram desiguais na melhor das hipóteses. Com “Chromatica”, ela volta para a pista de dança que a gerou e surge com seu melhor álbum desde “Born This Way”, com 13 músicas sólidas (e três interlúdios) em 43 minutos compactos e concisos. Mas mesmo que quase todas as músicas do "Chromatica” tenham uma batidas dançantes, as próprias músicas são notavelmente variadas de muitas outras maneiras. Há bastante colírio para manter os fãs envolvidos por meses, com flashes dos anos 70, house, new wave e electro, Madonna vintage paira sobre o álbum inteiro – na verdade, pode-se dizer que esse é o álbum que os fãs do Madonna foram desejando (em vão) que ela fizesse por muitos anos.

The Weeknd, ‘After Hours’Um mês depois de completar 30 anos – e apenas alguns dias após a pandemia na América do Norte – o The Weeknd lançou a próxima fase de sua carreira de gravadora com seu álbum melhor realizado até agora, “After Hours”. Sonoramente, as marcas registradas são teclados ultra-cinematográficos, sub-graves pulsantes, batidas fortes (que raramente são dançáveis), o sintetizador dos anos 80 floresce e cavernas de eco, todas elas contrastando com sua voz alta e angelical. O som é distintamente Weeknd, mas uma progressão incomum – é de alguma forma nítida e embaçada ao mesmo tempo.


Outras Notícias