Música

Pabllo Vittar celebra aniversário e carreira em disco com influências que vão do indie ao axé

Música 30/10/2019/ 22:47:28
Pabllo Vittar celebra aniversário e carreira em disco com influências que vão do indie ao axé

Pouco mais de dois anos se passaram entre o lançamento de Vai Passar Mal, primeiro álbum de estúdio da cantora Pabllo Vittar, e 111, que chega às plataformas digitais nesta quinta-feira, 31. Com mais um disco (Não Para Não, de 2018), muitos singles e feats internacionais no meio tempo, Pabllo se consolidou no cenário pop nacional - e chegou a ganhar o título de drag queen mais escutada no Spotify e no YouTube.Não é estranho que, em seu novo trabalho, o clima seja de celebração. Fazendo alusão à data de aniversário da cantora (1/11), o disco mescla ritmos que vão do indie mais 'underground' (ela cita influências de Kim Petras, Grimes e Charli XCX) a ritmos brasileiros, como o axé e o arrocha."Este foi o ano em que eu mais fiz shows no exterior e mais consegui entrosar com o meu público de fora.Foi um ano de muito aprendizado", afirmou a cantora.

"E a primeira parte do meu álbum é uma junção de tudo isso que eu vivi lá fora."A internacionalização é outro aspecto do álbum.Das quatro faixas (Flash PoseParabénsAmor de Quenga e Ponta Perra), duas são cantadas em línguas estrangeiras.

, parceria com a britânica Charli XCX, foi lançada em julho e acumula 16 milhões de reproduções só no YouTube. Ponta Perra é um aceno de Pabllo, que a performa em espanhol, ao mercado latino.

Terceiro álbum da cantora, 111 também traz algumas mudanças estéticas. A capa, assinada por Ernna Cost, traz um close do rosto da artista. "Nos discos anteriores, eu mostrava meu corpo, mas agora eu quis mostrar uma parte específica, que gosto muito, e mostrar quem eu sou de verdade", explica a artista. Ela também anuncia uma mudança no visual, que, apesar do clima de festa do disco, deve assumir tons mais escuros a partir de agora.Pabllo se prepara, agora, para o MTV Europe Music Awards 2019, premiação de música que ocorre na cidade de Sevilha, na Espanha. Além de concorrer na categoria Melhor Artista Brasileiro (ao lado de Anitta, Emicida, Kevin o Chris e Ludmilla), a cantora também performará Flash Pose no palco. É a primeira vez que uma cantora brasileira se apresenta no EMA. "Quero disseminar minha mensagem para o mundo", diz.

Outras Notícias