McCartney III' circula pela internet em áudios que mostram como vem o disco que Paul fez durante a quarentena, tocando todos os instrumentos pela terc

Álbum de Paul McCartney vaza e sigilo de lançamento é quebrado

O serviço secreto das operações de Paul McCartney falhou e, às vésperas do lançamento de seu próximo álbum chamado McCartney III, o áudio das 11 músicas novas gravadas em dias de quarentena já circulam pelos becos da web. Nunca se sabe se falhou ou se foi falhado. Há muitos anos que o negócio das pessoas que o circulam não é exatamente vender canções, mas fanatismo. Todos ali sabem que o reino de McCartney não deixará de arrecadar um centavo com o vazamento assim que o disco sair. Muito provavelmente, arrecadará até mais com a degustação. Quem ouviu e quem não ouviu irá comprá-lo por sua capa, suas fotos, a gravação definitiva remixada como deve ser feita (e não como está nos áudios piratas) e por um detalhe extra: desta vez, seu álbum será levado ao público em três ou quatro embalagens diferentes.McCartney III vai ser lançado no dia 18 de dezembro. Seria 11, mas os produtores pediram mais um tempo talvez para conseguirem fazer valer uma ideia que já está sendo criticada por sua boa dose de desvario capitalista: em vez de vender um disco só, com todas as canções, o álbum será vendido em três ou quatro versões, cada um deles diferenciado por cores diferentes e com uma música inédita. Ou seja: quem quiser conhecer todas as músicas novas terá de comprar os três ou os quatro álbuns do roqueiro. É como se os Beatles lançassem Sgt Pepper's em quatro versões de LP: só um deles com She's Leaving Home, outro com Lucy in the Sky with Diamonds, um outro com A Day in the Life e um quarto com With a Little Help From My Friends. E o fã que quisesse ouvir tudo, que comprasse os quatro.A boa notícia é que Paul continua valendo cada centavo e McCartney III, em que ele toca todos os instrumentosfaz um belo trabalho a quem se dispuser ir além das canções. Todos os Paul estão lá, lapidados pelo próprio durante a quarentena que passou com a família em sua fazenda. O do violão, o do piano, o das canções de ninar e dos rocks de despertar. Eles são complementares e sobreviveriam também se não fossem. Muitos artistas fazem suas carreiras sendo apenas uma dessas quatro partes.A terceira solidão de Paul McCartney o pegou bem resolvido com a própria história. Em seu primeiro isolamento, em 1970, quando fez McCartney, ele via apático os Beatles ruírem mesmo depois de todos os seus esforços. Na segunda, em 1980, ano de McCartney II, via ruírem os Wings. Agora, em 2020, ao lado de Nancy Shevell desde 2011 e paizão de Stella, Beatrice, James, Heather e Mary McCartney, não tem nada que queira além de ser ele mesmo. "Qual o melhor dia de sua vida, aquele que você voltaria para viver de novo?", quis saber eu em uma entrevista de 2019 para o Estadão, esperando por uma resposta de força histórica, mas o que ele me respondeu foi isso: "O dia mais feliz da minha vida? Hoje. Eu sou um homem feliz."
fonte:terra.com.br

Outras Notícias

U2 disponibiliza o clipe do clássico "The Unforgettable Fire"

O U2 finalmente disponibilizou em seu canal oficial no YouTube, o clipe do clássico The Unforgett...

Foo Fighters lança clipe poderoso e emocionante para “Waiting On A War”

Apenas cinco dias após a chegada da música nas plataformas digitais, o Foo Fighters lançou o clipe de ...

“Está além dos meus sonhos mais loucos”, diz Olivia Rodrigo sobre sucesso “Drivers License”

Olivia Rodrigo está com tudo! Após o lançamento de “Drivers License” em 8 de janeiro, a cantora californiana vem...

Música de Anitta tocará na posse de Joe Biden e Kamala Harris nos EUA

Anitta está cada vez mais poderosa. Após ganhar prêmios, ter hits com milhares de visualizações, cantar na Times...